FROTA DE RTs APOIA MONTAGENS EM BELO MONTE

3 de outubro de 2014

BeloMonte_GroveUma frota de 23 guindastes Grove RT, da Manitowoc, opera atualmente no canteiro de obras da usina de Belo Monte, no Pará, oferecendo o suporte para as atividades de construção da terceira maior hidrelétrica do mundo. Adquiridos pelo consórcio de construtoras responsável pelo projeto, o CCBM, os equipamentos atuam na movimentação de equipamentos e peças de grande porte nas quatro frentes de obras.

Eles são mobilizados na montagem de formas, equipamentos eletromecânicos e de instalações como centrais de concreto e outras. Além disso, ajudam na manutenção dos mais de 1.000 equipamentos utilizados na obra, movimentando motores e outros componentes de grande porte das escavadeiras, caminhões fora-de-estrada e guindastes. Indicados para aplicação em terrenos acidentados, os RTs (rough terrain) são robustos, compactos e destacam-se pela capacidade de se deslocar com a carga içada, o que os torna ideais para serviços em oficinas de manutenção.

Belo-Monte-GroveEquipados com tração 4×4, eles contam com quatro modos de direção – incluindo o modo caranguejo – o que viabiliza sua operação em áreas com pouco espaço. “Com tantos guindastes operando em um ambiente adverso como este, seria natural termos problemas em alguns deles”, afirma Claudio Marquetti, gerente de equipamentos do consórcio CCBM. Entretanto, ele ressalta que os 23 RTs vêm trabalhando com altos índices de desempenho e disponibilidade.

Para isto, a Manitowoc, montou uma estrutura de suporte à frota do consórcio, com a instalação de uma oficina no canteiro de obras equipada com ferramental, mecânicos e peças de reposição. A frota envolve 14 guindastes Grove RT540E, quatro RT890E, três RT765E-2 e dois RT9130E-2s. Estes últimos, os maiores do parque de RTs, têm uma capacidade de carga de 120 t e sua lança atinge uma altura máxima de trabalho de 85 m.

Tags:


Deixe um comentário


Veja também