THE HILLS: O ESPLENDOR EM DUBAI

30 de Maio de 2017

Em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, um complexo residencial de alto padrão com quatro torres e um hotel, em uma transversal da principal auto-estrada local, a Sheikh Zayed Road, junto ao metrô e finalmente à duas referências globais da cidade, a Dubai Internet City e a Dubai Media City. O “The Hills”,  que tem orçamento de US$ 230 milhões e fica pronto no final de 2017, é apenas um entre vários empreendimentos Premium planejados em uma área superior a 1 milhão de hectares, a Dubai Hills Estate, com vista para a linha costeira do Golfo da Arábia e ao redor dos dois campos de golfe de 18 buracos do Emirates Golf Club. Um detalhe: a Dubai Hills Estate é, ela própria, parte de algo maior: a Mohammed Bin Rashid City (MBR City), maior desenvolvimento imobiliário do gênero do Oriente Médio.

As obras estão a cargo da CCC (Consolidated Contractors Company), com sede em Atenas, na Grécia, e é considerada a maior construtora do Oriente Médio. É também um dos maiores frotistas de guindastes-torre da Liebherr, com mais de 80 unidades. A CCC, inclusive, acaba de receber duas unidades do modelo 280 HC-L 12/24, que já estão devidamente mobilizadas em uma torre em construção ao lado do Dubai Opera House.

Nas obras do The Hills, a construtora optou por um modelo menor – o 220 HC-H, com capacidade máxima de elevação de 10 t e com jibs medindo entre 55 e 60 m. São sete unidades ao todo, das quais seis estão fixadas lateralmente às estruturas e a sétima chegará ao canteiro na fase final das obras para a execução do pódio. Usuária dos equipamentos Liebherr há bastante tempo, a CCC configurou e montou os equipamentos por conta própria e optou pelo modelo 200 EC-H 12 Litronic como padrão, segundo o superintendente Ahmad Hawari, foi o fato de ele poder manipular cargas pesadas com grande raio – erguendo, por exemplo, 2,6 t a 60 m. “O site é extenso e linear, daí a necessidade de seis guindastes para os blocos de torres, mas são unidades padrão e não houve necessidade de nenhuma modificação”, explica Hawari.

 

Tags: , ,


Deixe um comentário


Veja também