ALANOCA, DA BOLÍVIA, AGREGA GROVE GMK 6300L À SUA FROTA

29 de outubro de 2017

A empresa boliviana de transporte e logística Alanoca adquiriu seu primeiro guindaste todo terreno Grove GMK6300L. A empresa sediada em El Alto adicionou o GMK6300L à sua frota para acompanhar o aumento da demanda por soluções de elevação na Bolívia, onde há um grande número de projetos de construção em andamento. O novo Grove chegará em novembro às instalações da Alanoca e será utilizado imediatamente por empreiteiras em diversos projetos de grande escala.

“O GMK6300L é perfeito para uma ampla variedade de projetos, e operadores se beneficiarão de sua versatilidade”, afirma Roberto Alanoca, porta-voz da empresa e filho de seu fundador, Jorge Roberto Alanoca. “Há muitos investimentos em construção no momento, com um particular aumento de financiamento a projetos governamentais. Vamos utilizar o GMK6300L em diversos desses projetos, inclusive o de montagem de turbinas eólicas nos departamentos de Santa Cruz e Tarija, bem como na construção de usinas de energia de ciclo combinado em Santa Cruz, Tarija e Cochabamba”.

O guindaste de 300 t é a sétima máquina da Grove na frota da Alanoca e a segunda adquirida pela empresa este ano. O GMK6300L foi comprado apenas três meses após a empresa de locação receber o primeiro GMK6400 de 400 t da Bolívia, o qual já realizou trabalhos de elevação em duas fábricas de cimento. Os dois guindastes Grove serão utilizados em grandes projetos em todo o país.

“Compramos esses guindastes devido à versatilidade e aos recursos oferecidos por eles, e também porque eles aumentam a velocidade de trabalho nas obras, conforme demandamas empreiteiras na Bolívia”, explica Alanoca. “Os guindastes Grove são máquinas de alta capacidade e qualidade, são incrivelmente confiáveis e, como sempre prestaram bons serviços a nossos clientes, decidimos continuar trabalhando com a marca”.

O GMK6300L é um dos guindastes todo terreno mais vendidos do mundo. Possui uma capacidade de 300 t, lança principal de 80 m – a mais longa de sua classe, que ainda pode ser estendida com seu jib de 37 m – e uma altura de ponta máxima de 120 m, o que o torna um modelo versátil, que se adapta perfeitamente a futuros projetos de construção.

Gerardo Castillo, gerente de negócios regional da Manitowoc na Bolívia, contaque o aumento no número de novos projetos de construção em todo o país nos últimos três anos acelerou a substituição da antiga frota por máquinas mais modernas.

“Esperamos que essa tendência continue nos próximos cinco anos pelo menos, especialmente com relação a guindastes todo terreno, que têm maior capacidade do que guindastes para terreno acidentado”, afirma Castillo. “Agora, mais do que nunca, empreiteiras na Bolívia estão buscando guindastes de alto desempenho para atender às demandas de seus projetos de construção”.

Fundada em 1960, a Alanoca adquiriu seu primeiro guindaste Grove em 1980. Hoje, a frota da empresa boliviana executa operações de elevação em projetos para vários setores, como mineração, hidrocarbonetos, cimento e construção.

 

 

Tags: , ,


Deixe um comentário


Veja também