ARCO PARA O REATOR 4 EM CHERNOBYL

9 de setembro de 2015

mammoet reator chernobylA Novarka JV contratou a Mammoet para uma delicada operação na estrutura da central nuclear de Chernobyl, na Ucrânia, cidade historicamente conhecida pela tragédia nuclear com vazamento de material radioativo, em 1986. E a operação se dá exatamente no reator 4, onde houve a explosão. A Mammoet realizou o transporte e içamento das metades leste e oeste de uma espécie de arco que será posicionado sobre o “sarcófago”, responsável por isolar as ruínas do reator e colocado como proteção de emergência logo após o desastre.

A estrutura em forma de arco, com vida útil de 100 anos, será colocada em cima do reator e providenciará um ambiente controlado à prova de intempéries. A seção leste pesa 19000 t, tem vão de 260 m, comprimento de 80 m e altura de 110 m. Enquanto aguardava a construção da seção oeste, a Mammoet projetou um sistema contra derrapagem, utilizando uma superfície com Teflon, por onde foram posicionadas as seções.

No total, 56 skidshoes estiveram em operação

No total, 56 skidshoes estiveram em operação

A parte oeste do arco foi construída com as mesmas dimensões. No total, 56 skidshoes, com capacidade mínima de 703 t cada um, uniram as duas seções. Todo o projeto foi executado por controle remoto, de modo que o operador pudesse controlar os equipamentos de fora do local contaminado. A operação foi bem-sucedida e precisou ser extremamente precisa, dadas as tolerâncias de alinhamento de somente 3 mm. A conexão entra as duas partes do arco levou pouco menos de 6 horas. Por enquanto, a previsão é de que a estrutura seja colocada em cima do sarcófago no fim de 2016.

Tags: , , , ,


Deixe um comentário


Veja também